Elementor #181

HISTÓRIA

Olá, meu nome é Marlon, tenho 25 anos e aqui você irá saber a real história por traz da minha empresa.

O Início

Tudo começou no momento em que Deus fechou as portas de trabalho para mim quando eu iria completar 1 ano de independência pois não fazia muito tempo que decidir sair da casa dos meus pais.

Por possuir algumas habilidades em arrumar trabalho não me preocupei com o desemprego, pois achava que no máximo 3 meses arrumaria outro.

Desemprego

Foi ai que passaram basicamente 1 ano e meio e não arrumei nada, os 8 MIL que tinha pego de recisão já estava no fim, e tive que vender os bens que eu tinha adquirido para pagar o aluguel e comprar alimentos.

Reclamei Com Deus

Até que decidir reclamar com Deus por que eu era prospero, temente a ele e não aceitava a situação.

Todo domingo congregava em uma igreja em São João de Meriti, chamada Tempo de Colheita e nesse dia eu disse a Deus que eu estava sem força, desanimado pra me levantar e que eu iria para buscar uma resposta por que eu necessitava ouvi-lo.

Deus Já Tinha Prepardo a Resposta

Durante a pregação o Pastor Presidente disse: – “Deus me incomodou o dia todo para trazer essa palavra” e foi quando ele disse o seguinte: “O senhor manda te falar para não se preocupar com o que você ta perdendo, pois ele restaurará em dobro”.

E disse mais: “Você não voltará para casa dos seus pais pois quem te sustenta sou eu, e que o recurso(Dinheiro) que eu preciso ele irá suprir”.

Saí alegre de lá com um amigo e fiquei pensando essa eu quero ver, de onde vai sair esse dinheiro.

Meu Primeiro Negócio

Eu e esse amigo por ter trabalhado juntos em uma fábrica de panificação decidimos montar o nosso primeiro negócio de confeitaria, mas como ele estava no controle por ter investido no negócio e eu só com a mão de obra, não me meti na adminitração e captação de clientes, apenas na mão de obra.

Vencimento do Aluguel

Enquanto nos planejava-mos o dia do vencimento do aluguel e de fazer compras estavam chegando, eu tinha apenas R$ 150 para fazer compras, algumas coisas na OLX para vender para tentar pagar o aluguel e desses 150 reais tirei R$ 20 para passagem, para irmos até o CEASA.

Pagando Pra Ver Se Deus Iria Cumprir

Fomos comprar os materiais e no final meu cartão(meu amigo iria pagar) não passou(bloqueado por falta de pagameto), e no ponto de ônibus decidi comprar duas garafas de água com poucos trocados que eu tinha e meu amigo disse: “deixa que eu compro” e eu falei: “Nãaaao eu compro(irado por toda situação + cartão bloqueado), falando de uma forma desafiadora: “Se Deus falou que vai fazer, ele vai fazer, fica tranquilo”.

E durante o tempo de preparação do nosso primeiro negócio, chegou o dia das compras, normalmente eu fazia R$ 150 reais de compras, mas, tirei de passagem para ir ao CEASA e ir visitar minha namorada, sobrou em torno de R$ 95, R$ 100 para as compras no cartão da CAIXA(não sabia ao certo quanto tinha ficado).

O Dia do Milagre

Saí de casa para ir as compras pensando que as compras não iriam durar o mês todo, fui na lotérica em Nilópolis para sacar porquê o Cristal(mercado) não aceitava cartão, não conseguir por estar sem a identidade, então fui direto no banco e quando cheguei no caixa coloquei o cartão e vi R$ 95 e de relance um outro número que pela frustração na hora não percebi.

Frustração No Caixa do Banco

Tirei o cartão, me apoiei no caixa decepcionado com os R$ 95, e Deus me incomodou para colocar o cartão de novo e assim eu fiz, e o meu saldo era de R$ 895 reais (lembrando que nessa época ainda não pegava PIS), fiz as compras e contei para minha namorada o que tinha acontecido.

Fracasso do Negócio

Depois de uma semana, eu e meu amigo conseguimos nossos 2 primeiros clientes que eram donos de lanchonete e o outro de uma sorveteria, um comprou uma vez e o outro pretendia comprar sempre, mas pela inesperiência de gestão do meu amigo acabamos entregando o produto com 3 dias de atraso.

Em fim, não deu certo o negócio.

Trabalho Sem Carteira Assinada

Arrumei um trabalho em uma padaria próximo de casa, vendi algumas coisas para conseguir sair da casa que compartilhava com meu irmão, pois ele tinha arrumado uma mulher que fazia a cabeça dele, e tirava sossego que eu tinha para estudar para o enem e desenvolvimento de sistemas em Java.

Trabalhando na padaria, consegui alugar minha casa, pagava R$ 500 de aluguel, R$ 150 a mais do que pagava quando morava com meu irmão.

O Jumento Despercebido

Durante a madrugada enquanto trabalhava, eu ligava o radio para ouvir as pregações e testemunhos, e um belo dia, o pregador falou Deus não te quer como calda, te quer como cabeça, ou seja, não como funcionário, mas como dono do próprio negócio.

Foram 3 dias consecutivos falando a mesma coisa, e apesar de ter facilidade em administrar, números etc. eu disse em pensamentos: “Eu sei que não é pra mim, porquê eu não quero ser empresário, pois essas pessoas não vive”, deve ser para algum jumento que ainda não entendeu o recado (não fazia ideia de que o jumento era eu)”.

Fui Demetido, de Novo

Em média de uns 2,3 meses depois me dispensaram da padaria e voltou eu a usar o dinheiro de reserva e vender o restante das coisas para pagar o aluguel, até que acabou tudo, ficou apenas uma cama e um fogão, nesse ponto minha namorada me ajudava com a mesada que ganhava dos pais.

E eu já muito chateado na beira da depressão, fui comprar algumas coisa para fazer um lanche e uma garrafa de cachaça para fugir da realidade, é lógico que fui em um mercado no centro para que ninguem me visse.

Vendi Tudo

Quando os recursos tinham acabado vendi a cama para conseguir o frete para ir para casa da minha mãe, vendi o fogão para comprar um notebook.

No período de 2 há 3 meses fui na igreja de uma colega, onde os pais dela eram pastores, onde já tinha frequentado 1 vez e sabia que Deus usava eles de uma forma diferente e que iria falar comigo, pois como antes, tinha me deslocado até a igreja em busca de uma resposta.

Fui Ouvir a Voz de Deus, de Novo

E Deus usou tanto o pastor como a pastora e revelou sobre minha situação, e além de outras coisas Deus disse: “Que esse não era o meu fim, que iria voltar abrir as portas para mim em uma semana(Era terça feira) e que minha sabedoria iria se multiplicar e que meu sonho iria se realizar (Fazer faculdade de TI)”

Durante o tempo que fiquei na casa da minha mãe estudei desenvolvimento de sistemas e empreendedorismo e no sábado me ligaram do RH para uma entrevista de emprego que minha namorada arrumou em um hipermercado multinacional.

Empreendendo Com Aplicativos

Equanto trabalhava de dia nesse hipermercado, a noite trabalhava desenvolvendo aplicativos, dormia em média de 3 há 5 horas por dia, buscando formas de empreender com o que eu gostava.

Um belo dia chateado por minhas idéias não serem negócios viáveis para os recursos que eu tinha, bateu a vontade de fazer o que desagrada a Deus, mas dessa vez, eu decidi fazer diferente e eu disse: “Vamos fazer o certo dessa vez e vamos ver se o resultado é positivo ou negativo”.

Deus Falando Comigo

Não deu dois minutos, uma amiga do trabalho que também era cristâ, me manda uma mensagem no Whatsapp e diz o seguinte: “Deus manda te dizer que o tempo dele na sua vida chegou, o momento de prova acabou e que teria uma benção para mim”.

Fiquei muito feliz com a notícia e no dia seguinte fui trabalhar e desanimado pela rotina, pelo o negócio mal planejado fiquei pensando: “O que será que Deus vai me entregar…”.

A Benção Prometida

Poucos minutos depois passou um rapaz no meu caixa, senti uma paz naquele homem e passando as compras dele ele disse o seguinte: “Detesto vim no mercado, podia alguem criar um aplicativo para entregar as compras em casa”.

E eu disse: “Poxa vida podiam mesmo, seria legal” e ele parou de ensacar as compras, olhou nos meus olhos e disse: “Seria bom mesmo se alguém fizesse”.

Eu não aguentei e dei uma risada de leve(recebendo a benção prometida) e disse: “vou fazer esse app, já tenho a esperiência” ele responde: “Faz mesmo você vai ficar milionário” e voltou a embalar as compras.

A Faculdade

Enquanto desenvolvia o aplicativo também comecei a fazer a faculdade de Ciência da Computação na Unisuam, fiquei apenas 15 dias e cancelei a matricula, além de não ganhar muito bem a rotina estava exaustiva, pois eu trabalhava em Belford Roxo, estudava em bonsucesso e morava em Grande Rio 20 minutos da minha casa até o trabalho.

Pedi Para Me Dispensarem

Fiquei durante 2 anos e meio na empresa, trabalhei em 90% dos setores e o ultimo cargo foi frente de loja.

O projeto quase no final, pedi pra ser mandado embora, fui para casa meio nervoso por ter sido liberado antes do tempo que eu tinha planejado, alias não fazia uma semana que eu tinha acabado de se casar.

Aproveitei o dinheiro da recisão para continuar estudando empreendedorismo e criando o aplicativo, e foi nesse tempo que o projeto foi concluido.

É aqui que a benção prometida é materializada como Comprazen Casa, a empresa que leva as compras até você.